Os novos milagres

A COMCEPT deu a conhecer recentemente a história de Peter Popoff, pastor evangélico que alegava conseguir curar as doenças com o poder milagroso das suas mãos. Para além do dom da cura, este homem temente a Deus, demonstrava também ser omnisciente: chamava as pessoas pelo seu nome, sabia de que doenças padeciam e conhecia os detalhes pessoais das suas vidas. Estas demonstrações fabulosas atestavam os seus poderes divinos perante milhares de crentes, que aguardavam desesperados pela sua cura.

Este caso foi desmascarado publicamente pelo céptico James Randi, no programa televisivo The Tonight Show. Randi e a sua equipa haviam detectado transmissões em sinal rádio, que eram emitidas pela mulher de Popoff e que o pastor recebia em tempo real através de um auricular. Essa informação provinha de fichas que os crentes preenchiam à entrada do evento.

Ahhhh! Parece que afinal Popoff era apenas um homem normal, sem poderes divinos. Quem diria…

Nuvem - milagre (600x900)

Bom, serviu esta história de introdução para uma outra bastante mais original:

No Brasil, o pastor protestante Mauro de Oliveira aparentava possuir poderes sobrenaturais de adivinhação. Este pastor usava o seu dom da omnisciência para galvanizar a plateia de crentes, chamando as pessoas pelo seu nome, divulgando as suas datas de nascimento e mencionando dados pessoais a que ninguém poderia ter acesso (onde é que já vi isto?).

Perante tais demonstrações de inspiração divina, as pessoas emocionavam-se gritando em êxtase: Aleluia! Aleluia! E não é caso para menos; como poderia o pastor saber aquelas coisas? Oh, Glória a Deus!, exclamavam em uníssono por cada afirmação que se verificava correcta.  

Como poderia o pastor ter acesso a tais informações? Como poderia conhecer os detalhes privados de determinadas pessoas e também dos seus familiares? Decerto que não podia ser através de fichas respondidas à entrada, como no caso do Popoff – isso revelaria uma tremenda falta de imaginação. Portanto só pode ser milagre! Ou então… o Orkut.

(Nota – repare-se no diálogo: “É Ceres? Desculpe, eu li Ceres“)

É verdade, isto só prova que a criatividade humana não tem limites. Há quem use as redes sociais para potenciar negócios, há quem as use para o engate, outros usam-nas para ludibriar os crentes em cerimónias religiosas… Porque não?

Ahhhh, os milagres das novas tecnologias…

2 Responstas a “Os novos milagres

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d bloggers like this: