Problemas de comunicação?

577161_512497792126403_1995818038_n

Carl Sagan, astrónomo, divulgador científico e grande defensor do cepticismo e método científico escreveu uma vez:

Por vezes, recebo uma carta de alguém que está em «contacto» com extraterrestres. Convidam-me a «fazer-lhes qualquer pergunta». Assim, ao longo dos anos, preparei uma pequena lista de perguntas. Como sabemos, os extraterrestres são muito avançados, por isso pergunto coisas do género: «Faça uma curta demonstração do Último Teorema de Fermat*» ou da Conjectura de Goldbach. E depois tenho de explicar o que estes são, porque os extraterrestres não os chamarão de Último Teorema de Fermat, então eu escrevo a pequena equação com os expoentes. Nunca obtive resposta. Por outro lado, se fizer perguntas do tipo «Devemos ser bons?» quase sempre tenho uma resposta. A tudo o que seja vago, sobretudo se envolver juízos morais convencionais, estes extraterrestres respondem prontamente. Mas em assuntos específicos, onde haveria a possibilidade de verificar se sabem de facto mais do que a maioria dos humanos, há apenas silêncio.

Analisando os relatos e testemunhos que existem, não posso deixar de me perguntar porque será que extraterrestres, com a inteligência suficiente para desenvolver viagens interestelares e explorar o Universo, demonstrando em alguns casos tanta vontade em se relacionar com humanos, não conseguiram encontrar ainda uma forma melhor de interagir connosco do que através de crop circles, mutilações de animais, “telemóveis humanos“, raptos e até relações sexuais inter-espécie? Mas sobretudo, como Carl Sagan bem notou, por que razão as suas mensagens parecem estar limitadas ao conhecimento e ânsias pessoais dos contactados? Serão problemas de comunicação intercultural? Ou serão problemas dos próprios testemunhos?

Para pensar.

________________

* O Último Teorema de Fermat foi finalmente resolvido em 1995, por humanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d bloggers like this: