Atletas olímpicos atacados por lampreias mutantes

PetaNews_banner3

Crédito: AP Photo/Lee Jin-man

Crédito: AP Photo/Lee Jin-man

Vários atletas olímpicos foram atacados por lampreias durante uma prova de natação no Rio de Janeiro. Testemunhos relatam que os animais pareciam agir de forma organizada e deliberada contra os atletas dos EUA.

O enviado especial da PetaNews para os Jogos Olímpicos de 2016 relata que as suspeitas recaem sobre uma filial secreta da Monsanto situada na Barra da Tijuca, local de onde os animais geneticamente modificados terão escapado pelo sistema de saneamento após terem visto o tratador digitar o código de segurança que abre a porta da jaula electrificada.

Por sua vez, o Comité Olímpico nega veemente o sucedido, alegando que as marcas de mordidas são na verdade o resultado de um tratamento milenar da medicina tradicional chinesa chamado cupping ou ventosoterapia. Carlos Batista, teórico da conspiração da Internet, não está convencido e diz que versão oficial da história é “tão absurda quanto alegar que atletas profissionais em pleno século XXI achariam boa ideia recorrer à sangria, uma prática milenar da medicina tradicional europeia”.

Aviso: Esta é uma notícia satírica com fins puramente humorísticos. Nenhum dos factos descritos deve ser interpretado como real.

Reportagem especial de férias (2016)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d bloggers like this: