Desafio à COMCEPT

A Comcept faz seis anos. Mas aquilo em que ela se empenha faz muito mais de seis anos: tentar incorporar o cepticismo cientifico, a racionalidade e a lógica em todos os campos da nossa existência é uma tarefa que começou já há séculos e não vai terminar nunca.

Como prenda de anos, deixo aqui um desafio. Há uma classe de argumentos anti-ciência que parece inocente, mas que é talvez um dos obstáculo maiores ao cepticismo científico: o de que a razão tira a beleza ao mundo, que é fria, anti-poética, sem alma. “Nós” sabemos que não é assim, que a razão e a ciência são essenciais para se sentir a verdadeira beleza, poesia e emoção do mundo que nos rodeia, e que sem razão e ciência essas emoções são superficiais e passageiras, falsas e caprichosas. Será que conseguiremos algum dia transmitir isto? O desafio que faço é o de conseguirmos, por exemplo, substituir os livros de Deepak Chopra pelos de Carlo Rovelli nos “livros que nos ensinam a viver” nas recomendações da FNAC e programas de TV da manhã. Eu sei que não é fácil, mas acho que o problema começa porque ainda ninguém tentou seriamente fazer isto. A Comcept consegue, com certeza!

Parabéns!

fotografia da veil nebula

Veil Nebula (Crédito: NASA, ESA, and the Hubble Heritage (STScI/AURA)-ESA/Hubble Collaboration; Fonte)

Uma Resposta a “Desafio à COMCEPT

  • também as imagens de biologia são muito mais bonitas que qualquer outra de “artistas” consagrados . Saõ pouco divulgadas, mas há biologos artistas com coleções maravolhosas.

Responder a antonio manuel dos santos cristovão Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: