Notícias Falsas em Portugal

O tema das notícias falsas tem dado que falar nos últimos anos, principalmente pela influência que tem tido na política internacional e, como consequência, na vida de milhões de cidadãos. Exemplo disso foi a eleição de Donald Trump para presidente dos EUA, o referendo da saída do Reino Unido da União Europeia (o Brexit), ou a recente campanha eleitoral para a presidência do Brasil. Em todos estes casos, empresas de criação de conteúdos falsos encontram nas redes sociais veículos de transmissão rápida e exponencial dessas notícias.

 

Notícias Falsas em Portugal

Hoje, o Diário de Notícias publica uma reportagem intitulada: “Como funciona uma rede de notícias falsas em Portugal“. O DN foi procurar a origem de notícias falsas que estão a ser divulgadas em território nacional e deparou-se com o website “Direita Política”. Percebeu que este não é um caso isolado, estando associado a outros websites escritos em Português, como o “Não queremos um governo de esquerda em Portugal”, ou “A voz da razão”, entre outros, e que têm o mesmo IP (Internet Protocol), estando registados no Quebec, Canadá.

No mesmo dia, também o jornal online Observador apresentou uma peça jornalística sobre a veracidade de imagens que estão a circular, a propósito das agressões a idosos pelos suspeitos recentemente capturados pela PSP.

 

Fotografias de idosos agredidos é falsa!

O Observador que, através do fact checking, identificou como falsa uma imagem que se tornou viral a propósito de um crime recente. Refiro-me à notícia referente aos três suspeitos de agressão a idosos que fugiram do tribunal, mas que foram rapidamente capturados por elementos da PSP. Após a captura, alguém tirou fotografias dos suspeitos numa posição humilhante, tendo a partilha dessas imagens merecido críticas. No seguimento dessas críticas, o Sindicato Vertical de Carreiras da Polícia (SVCP) partilhou, em resposta, a imagem abaixo com as supostas vítimas dos suspeitos agora recapturados.  Mas, como o jornalista do Observador explica, as pessoas do lado esquerdo da imagem são vítimas de crimes que ocorreram no estrangeiro. A imagem divulgada funciona assim como um bom exemplo de fake news, em que são utilizadas imagens impactantes com o objectivo de emocionar e indignar, promovendo a partilha de conteúdos e o discurso de ódio.

Sindicato

Fonte: Página do Facebook do SVCP

A imagem partilhada por aquele Sindicato da PSP, teve como origem, por sua vez, esta imagem abaixo.

Idosos

Fonte: Observador

Numa palestra em que participei como orador, em Setembro, acabei por abordar o tema das notícias falsas e, entre outras propostas, apresentei como soluções o jornalismo de qualidade e de investigação, assim como a importância da verificação dos factos (fact checking), simultaneamente por jornalistas e cidadãos. Sugerimos, assim, cautela nas notícias partilhadas, verificando a sua fonte e a credibilidade da mesma.

NOTA: texto actualizado no dia 24 de Outubro de 2018, em que se retirou a informação relativa a uma empresa informática portuguesa, uma vez que chegou ao nosso conhecimento que a mesma já tinha sido dissolvida e liquidada em 2017 e não estaria relacionada com o desenvolvimento de conteúdos políticos, ao contrário do que noticiara o DN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: