A história sobre o papel da fraude científica de Andrew Wakefield e da irresponsabilidade dos media no lançamento do movimento anti-vacinação.

Este cartoon é da autoria de Darryl Cunningham, um cartoonista, escultor e fotógrafo britânico que publica parte do seu trabalho no blog Darryl Cunningham Investigates. O cartoon original pode ser encontrado aqui e foi adaptado e reproduzido na COMCEPT com a autorização do autor. As referências utilizadas na elaboração do mesmo podem ser consultadas aqui.

Se gostou do trabalho poderá apoiar o artista através de uma doação (é explicado no blog dele), ou ainda, adquirindo um dos seus livros como o Science Tales – Lies, Hoaxes and Scams, onde pode encontrar este cartoon e muitos outros relacionados com a pseudociência.

**********************

1

2

3

 4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

Infelizmente alguns meios comunicação social continuam a insistir na promoção de má ciência, como é o caso do Independent que deu recentemente cobertura a Andrew Wakefield, isto numa altura em que existe um surto de sarampo no País de Gales. Na comunicação o antigo médico coloca a culpa do surto de sarampo no governo e não na desinformação propagada, em boa parte, por culpa da fraude científica que cometeu. Segundo as estimativas das autoridades de saúde, existem actualmente mais de 40 mil indivíduos não vacinados no País de Gales, o que tem consequências no efeito da imunidade de grupo, essencial para manter a doença sob controlo.

Outros artigos
“Sem Limites” ou “Com Mazelas”?
João L. Monteiro
Cépticos no Museu… e Jardim
D. Barbosa
Nomeações para o Prémio Unicórnio Voador 2022
Comcept