Fanáticos do cientismo criam Estrela Anti-Pseudociência

Aviso: Esta é uma notícia satírica com fins puramente humorísticos. Nenhum dos factos descritos deve ser interpretado como real.

PetaNews_banner3

 

Imagem: starwars.com
Imagem: starwars.com

A super-arma com o nome de «Estrela Anti-Pseudociência» já está em órbita e os responsáveis esperam que esteja completamente operacional antes do próximo surto de sarampo ou de relativismo pós-moderno. Diana Palpatine, grã-sacerdotisa da COMCEPT, a mais extremista seita cientista do nosso país, apresenta o projecto como “o primeiro passo para a instauração da ditadura da ciência”.

A Estrela Anti-Pseudociência possui sensores capazes de identificar pseudociência em qualquer ponto do globo. “Os algoritmos da Inteligência Artificial (IA) baseiam-se no kit de detecção de disparates de Carl Sagan”, explica Lord Darth Marçal, director do projecto. A IA da Estrela Anti-Pseudociência consegue até detectar disparates antes de serem proferidos. Por exemplo, quando a IA detecta alguém a iniciar a frase “eu não sou anti-vacinas mas…” envia de imediato um «raio supressor de liberdade de expressão» que desmonta em tempo real os argumentos falaciosos que virão de seguida.

Rui Devesa Ramos já se manifestou contra o projecto, contudo, assegura que “os efeitos da Estrela Anti-Pseudociência vão depender da crença que temos na ciência, por isso quem prefere compreender a realidade através de factos alternativos não corre qualquer tipo de perigo”.

Aviso: Esta é uma notícia satírica com fins puramente humorísticos. Nenhum dos factos descritos deve ser interpretado como real.

Artigo publicado na eComcept no dia 8 de Maio de 2017
Outros artigos
“Sem Limites” ou “Com Mazelas”?
João L. Monteiro
Cépticos no Museu… e Jardim
D. Barbosa
Nomeações para o Prémio Unicórnio Voador 2022
Comcept