Inspector Max apanha falsa telepata de animais

Aviso: Esta é uma notícia satírica com fins puramente humorísticos. Nenhum dos factos descritos deve ser interpretado como real.

PetaNews_banner3

 

german-shepherd-1054160_1280O Departamento de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Judiciária de Setúbal anunciou hoje a detenção de uma mulher que se fazia passar por uma telepata de animais genuína. A mulher prometia ainda ensinar a desenvolver as capacidades zoo-mediúnicas em workshops e cursos online.

Sérgio Calado, Inspector-Chefe do DIC, diz que este foi o culminar de uma investigação complexa que exigiu a infiltração do famoso Inspector Max. Mantendo o disfarce de um pastor alemão comum, o agente de quatro patas colocou em prática um engenhoso teste controlado e duplamente cego que demonstrou que a falsa telepata era incapaz de localizar os ossos enterrados pelos seus próprios cães.

Em entrevista à PetaNews, Carla Fonseca – telepata de animais e mestre Jedi – avisa que estes casos são cada vez mais frequentes e pede à Assembleia da República que crie um curso superior de telepatia de animais como forma de assegurar a legitimidade dos profissionais da área. Carla adverte ainda que as pessoas devem frequentar apenas cursos de telepatia animal de credibilidade como os que já são oferecidos pela Eva Pets.

Aviso: Esta é uma notícia satírica com fins puramente humorísticos. Nenhum dos factos descritos deve ser interpretado como real.

Artigo publicado na eComcept no dia 15 de Abril de 2018
Outros artigos
“Sem Limites” ou “Com Mazelas”?
João L. Monteiro
Cépticos no Museu… e Jardim
D. Barbosa
Nomeações para o Prémio Unicórnio Voador 2022
Comcept