Press release – Campanha 10:23

COMCEPT – Comunidade Céptica Portuguesa

www.comcept.org

Press release: Manifestação – “Campanha 10:23”

16/04/2012

A COMCEPT – Comunidade Céptica Portuguesa irá organizar uma manifestação que terá lugar no Jardim do Príncipe Real, em Lisboa, no Sábado, dia 21 de Abril de 2012, às 10 horas. A iniciativa, designada Campanha 10:23, pretende denunciar a ineficácia da homeopatia.

A designação de Campanha 10:23 deriva da constante de Avogadro (6,02×1023)[1], que nos indica o número de átomos ou moléculas por mole de determinada espécie química. Isto significa que não se pode diluir nada mais vezes o que o número de moléculas que existem, por não haver nada mais para diluir. No entanto, é neste ponto que a homeopatia se apoia.

A homeopatia é uma terapia alternativa, com origem no século XVIII, assente no princípio de que a cura pode ser obtida através das substâncias que causam certa doença, e que essas substâncias têm de ser diluídas sucessivas vezes, e a solução agitada vigorosamente. Os homeopatas alegam que esta solução ultradiluída adquire as propriedades opostas à de uma solução concentrada. Assim, uma substância que causasse febre, diluída homeopaticamente baixaria a temperatura do corpo. No entanto, acontece que após as diluições realizadas deixa de haver princípio activo na solução, sendo o princípio activo as moléculas que vão interagir com o nosso organismo, curando-o. Ou seja, os produtos homeopáticos não são mais do que água e açúcar, e nos reduzidos casos em que se registam melhoras trata-se de efeito Placebo. Para contornar este problema, os homeopatas, na década de 1980, passaram a alegar que a água possuía memória e por isso “recordava-se” das substâncias aí dissolvidas. Investigação científica nesta área tem refutado todos os argumentos dos homeopatas.

Durante a Campanha 10:23 do ano passado, os manifestantes ingeriram caixas inteiras de comprimidos homeopáticos para provar que esses produtos não têm qualquer efeito. Este ano iremos fazer algo diferente. Planeamos preparar um medicamento homeopático com cafeína. Sendo a cafeína um estimulante, se os pressupostos da homeopatia estiverem correctos, o produto homeopático terá propriedades sedativas, e todos os participantes adormecerão. O que se pretende demonstrar é que tal não vai acontecer, do mesmo modo que no ano anterior ninguém sofreu efeito de overdose, precisamente porque os produtos homeopáticos são ineficazes. Conjuntamente, serão distribuídos folhetos de divulgação para informar os cidadãos.

Mais informações:

Campanha 10:23 em Portugal

“Porque é que a homeopatia não funciona?”

– Reportagem BBC: Homeopatia e riscos para a saúde

– Reportagem da BBC: A verdade sobre a homeopatia

– Artigo científico: Ernst, E. (2010), Homeopathy: what does the “best” evidence tell us? The Medical Journal of Australia 192 (8): 458-60


[1] O nome da constante honra o físico italiano Lorenzo Romano Amadeo Carlo Avogadro (1776-1856).

3 Responstas a “Press release – Campanha 10:23

  • Caros amigos
    Começo por confessar que só hoje, ao ler a visão da semana passada, tomei conhecimento da vossa existência. Só posso saudar o vosso empenho e subscrever as vossas boas intenções. Permitam-me só que partilhe convosco uma reflexão. Há tempo hesitei em colaborar com a fundação Bial, pensando o mesmo que vocês. Depois percebi que cometia o erro do preconceito, isto é, não aceitar estudar um assunto porque à partida não acredito nele. A posição cietífica é a que tudo deve ser submetido a escrutínio quando não existe evidência segura de que assim não deva ser. Estou à disposição para discutir convosco este assunto.
    Cumprimentos
    A. Castro Caldas

  • Boa tarde Doutor Alexandre Castro Caldas,

    Antes de mais, agradecemos o seu comentário.

    Também nós defendemos a mesma ideia, de que “tudo deve ser submetido a escrutínio quando não existe evidência segura de que assim não deva ser”, como disse. No entanto, consideramos que já várias investigações foram efectuadas sobre o tema cujos resultados falham em produzir evidências conclusivas da existência de fenómenos paranormais.

    Admito que isto é um tema que “dá pano para mangas”. Por essa razão, gostaria de convidá-lo para uma das tertúlias que organizamos mensalmente. Irei contactá-lo por e-mail.

    Grato pela atenção.

    João Monteiro

Trackbacks & Pings

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d bloggers like this: